Marcadores:

Obina quer voltar a jogar no clássico deste domingo, contra o Cruzeiro

Neste domingo, no clássico contra o Cruzeiro, o Atlético-MG poderá ter o retorno do atacante Obina. O jogador está afastado dos gramados desde o dia 1º de abril, quando rompeu os ligamentos laterais do tornozelo esquerdo, na partida contra o Chapecoense, pela Copa do Brasil. O jogador disse que está ansioso para o retorno.

- A cada dia, aumenta a ansiedade. Estou treinando muito forte. Estou louco para voltar a jogar, para estar com o grupo mais uma vez e a expectativa para esse jogo é muito grande.

Obina ainda não sabe se será relacionado para o clássico, mas disse que está pronto para jogar.

- Estou dependendo do Vanderlei. Se ele quiser me levar, estou à disposição e com muita vontade de ajudar e fazer os gols. Se Deus quiser, se eu estiver no jogo, vou me doar ao máximo e procurar sair com a vitória.

O atacante sabe que a concorrência por uma vaga no ataque do Atlético-MG é grande. As contratações de Diego Souza, Daniel Carvalho e Neto Berola deixaram a briga acirrada.

- Está na hora de voltar. Têm muitos atacantes, todos com muita qualidade. Então, tenho que procurar meu espaço de novo e ajudar o Atlético-MG, com humildade, com os pés no chão.

Quase 100%

Obina não sabe se suportaria os 90 minutos do jogo, por causa do grande tempo de inatividade. Mas motivação é o que não lhe falta.

- Não sei aguento os 90 minutos, mas estou bem, estou me sentindo bem. Muitas vezes, entrei em campo até pior do que estou hoje e joguei o tempo todo. Se tiver oportunidade de entrar no jogo, nem que sejam dez minutos, eu vou me doar, eu vou sair de campo exausto para fazer com que o Atlético-MG saia dessa situação.

Quanto à contusão, o atacante disse que já está curado.

- Ainda tem um pouco de receio. Quando você toma uma pancada do jeito que foi, a dor é terrível. Ainda estou tentando corrigir. Estou mancando um pouco, mesmo não sentindo nada no pé. Isso é psicológico, não é dor. Se tiver outra dividida daquela, com certeza eu vou colocar o pé, porque quero ver o Atlético-MG sempre em cima.

0 comentários:

Postar um comentário