Marcadores:

Conca aceita proposta chinesa, e Flu deve perder seu maior ídolo atual



A torcida tricolor está perto de perder o seu maior ídolo na atualidade. Cobiçado pelo Guangzhou Evergrande desde o início de 2011, Conca já aceitou a última proposta dos chineses e pode fazer nesta quinta-feira, contra o Atlético-PR, às 21h (de Brasília), no Engenhão, a sua última partida com a camisa do Fluminense. O clube chinês oferece US$ 12 milhões pelos direitos econômicos do jogador. O clube das Laranjeiras receberá 40% do valor, mas já negocia com as outras partes envolvidas, Unimed (40%) e Traffic (20%), para receber um valor superior aos US$ 4,8 milhões (R$ 7,9 milhões) a que tem direito.

Presidente da patrocinadora tricolor, Celso Barros pressiona a diretoria a confirmar o negócio para reaver parte do dinheiro investido nas três últimas temporadas. Além também de se livrar do pagamento de grande parte do salário de Conca: R$ 500 mil. O restante, R$ 200 mil, é pago pelo clube das Laranjeiras.

Na noite da última quarta-feira, o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, o vice de futebol, Sandro Lima, e Celso Barros ficaram reunidos até o início da madrugada para discutir a situação. Caso a saída seja mesmo confirmada, o Tricolor investirá o dinheiro da negociação na aquisição de seu tão sonhado centro de treinamentos. A proposta financeira para o jogador por um compromisso de dois anos e meio segue mantida em sigilo, mas é considerada irrecusável. Além do dinheiro, Conca terá direito a inúmeros benefícios como carro, casa, empregada e diversas passagens aéreas para seus familiares. Segundo pessoas ligadas ao argentino, só falta assinar o contrato.

Cláusula de prioridade ao Fluminense no retorno ao Brasil
Para não perder o foco na partida contra o Furacão, Conca preferiu só dar a resposta definitiva depois do jogo desta quinta-feira. O confronto pode acabar marcando a despedida de Conca das Laranjeiras, ainda mais com o hiato até o próximo compromisso do time, que só será no dia 10 de julho, contra o Flamengo, no Engenhão. A diretoria espera que o jogador dê uma entrevista coletiva após o duelo para comunicar a decisão.

- Conca não só aceitou a proposta, como pediu para que nós aceitássemos também. A proposta financeira para ele é irrecusável - revelou uma pessoa ligada à diretoria do Fluminense que pediu para não ser identificada.

Além do dinheiro e dos benefícios, Conca terá ainda em seu contrato uma cláusula de retorno automático ao Brasil ao fim dos dois anos e meio, com prioridade total ao Fluminense. Nas Laranjeiras desde 2008, o argentino disputou 209 jogos com a camisa tricolor, marcou 40 gols e conquistou o título do Campeonato Brasileiro do ano passado, competição na qual disputou todos os 38 jogos possíveis e ainda foi eleito o melhor jogador do torneio.

O Guangzhou tem no elenco os brasileiros Paulão, ex-Grêmio, Muriqui, ex-Atlético-MG, e Renato Cajá, ex-Botafogo. Na última semana, o clube também fez uma proposta oficial pelo meia Montillo, do Cruzeiro, que acabou recusada.

0 comentários:

Postar um comentário