Marcadores:

Camp. Brasileiro Série A: (5º rodada)

Ronaldo Alves faz nos acréscimos, e Náutico vence Grêmio nos Aflitos

De um lado, o Grêmio fazendo ajustes no time para o jogo de ida pelas semifinais da Copa do Brasil. Do outro, o Náutico tentando se afastar da zona de rebaixamento. Em campo, dois times apresentando futebol abaixo da média, com muitos erros e raras chances de gol. E o insosso empate sem gols no estádio dos Aflitos, na noite deste domingo, só não persistiu graças ao zagueiro Ronaldo Alves, que nos acréscimos decretou a vitória do Timbu por 1 a 0, no fechamento da quinta rodada do Brasileirão.

Com o resultado, a equipe pernambucana pulou para a décima colocação, com sete pontos, quatro acima do Z-4. O Tricolor, por sua vez, estacionou nos nove pontos, perdeu a chance de assumir a vice-liderança e ainda perdeu o lugar no G-4 para o Botafogo.

- O Grêmio recuou bastante na metade do segundo tempo, com o intuito de empatar. Os times vêm para cá jogar fechados, mas não desistimos e vencemos - disse Breitner, do Náutico.

No Grêmio, a promessa é que a derrota não vai abalar o time para a semifinal da Copa do Brasil.

- Não vai ter nenhum prejuízo. É outra competição. A equipe não perdeu por falta de foco. Todo mundo se aplicou bem - garantiu o tricolor Gilberto Silva.

O Grêmio volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrenta o Palmeiras, às 21h (de Brasília), na Arena Barueri, na luta por uma vaga na final da Copa do Brasil. Com a derrota por 2 a 0 no estádio Olímpico, o time de Vanderlei Luxemburgo precisa vencer por três ou mais gols de diferença para ir à decisão - placar de 2 a 0 para os gaúchos leva a disputa para os pênaltis.

Com a semana livre, o Náutico se prepara para encarar o Atlético-MG no próximo sábado, às 21h (de Brasília), no estádio Independência.

Mesmo com o time reserva, Coritiba vence Atlético-GO com facilidade

Um Coritiba diferente teve uma boa atuação e venceu o Atlético-GO por 3 a 0, no Couto Pereira, neste domingo, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, gols do zagueiro Pereira, do atacante Marcel e do meia Tcheco. Contra um Dragão pressionado por bons resultados, o Alviverde entrou em campo somente com o goleiro Vanderlei como titular.

Com a vitória, o Coritiba ocupa a décima posição, com seis pontos. O Atlético-GO continua sem vencer no Brasileirão, com dois pontos, e amarga a penúltima colocação, só na frente do Corinthians.

O Coxa volta todas as atenções para a semifinal da Copa do Brasil. O segundo jogo contra o Tricolor será na quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), e o clube paranaense precisa vencer por dois gols de diferença, sem ser vazado, já que perdeu por 1 a 0 no Morumbi. A próxima partida pelo Brasileirão será no domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro, às 18h30m (de Brasília). O Atlético-GO joga no mesmo dia e horário, contra o Fluminense, no Serra Dourada.

Ponte Preta ganha primeira e mantém Corinthians na lanterna do Brasileiro

A Ponte Preta conquistou neste domingo sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. E a vítima foi justamente o Corinthians, que havia sido eliminado pelo time do técnico Gilson Kleina nas quartas de final do último Paulistão. O gol de André Luiz no primeiro tempo assegurou o triunfo, por 1 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O time da capital atuou com os reservas.

Com essa vitória, a Macaca chegou a seis pontos, se afastou da zona de rebaixamento e saltou para a 13ª posição. Já o Corinthians, totalmente focado na Libertadores da América, amarga a lanterna da competição nacional, com apenas um ponto em cinco rodadas.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians volta a campo no próximo domingo, às 16h, contra o Palmeiras, no estádio do Pacaembu. Antes disso, porém, no mesmo local, o Timão recebe o Santos, na quarta-feira, pela segunda partida da semifinal da Libertadores da América. O time de Tite venceu o primeiro jogo por 1 a 0, na Vila Belmiro, e agora joga por um empate.

Já eliminada da Copa do Brasil, a Ponte Preta descansa durante a semana. No domingo, às 18h30m, encara o Botafogo. O duelo está marcado para o Engenhão, no Rio.

Bahia derrota Sport, garante primeira vitória e sai da zona de rebaixamento

Em um clássico muito esperado por soteropolitanos e recifenses, afinal, há mais de dez anos os rivais nordestinos não se enfrentavam na Série A do Campeonato Brasileiro, o Bahia levou a melhor sobre o Sport, ganhando por 2 a 1, no estádio de Pituaçu, em Salvador, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O estreante Elias abriu o placar em posição de impedimento. Bruno Aguiar igualou o placar no segundo tempo, mas Fahel garantiu quase no fim a primeira vitória tricolor na competição.

- Vencemos pela garra, pela vontade. No meu modo de ver, entramos errado no segundo tempo, recuados. O Falcão tinha pedido para continuarmos pressionando. Mas todo mundo está de parabéns pela garra e pela vontade. Graças a Deus, fui presenteado com um gol. Esse gol é para minha esposa. Hoje é nosso aniversário de casamento - afirmou Fahel.

Com a vitória, o Bahia saiu da zona de rebaixamento, chegando a cinco pontos, com campanha idêntica ao Sport. No próximo domingo, o Tricolor vai a Florianópolis enfrentar o Figueirense, a partir de 16h (de Brasília). O Leão recebe o Internacional, na Ilha do Retiro, às 18h30m (de Brasília).

- A gente precisava do resultado. A gente tentou, mas infelizmente não deu. Agora é pensar no Internacional. Foi no detalhe. Demos um vacilo e tomamos o gol. Agora é esquecer e já pensar no Internacional - lamentou Marquinhos Gabriel, do Sport.

São Paulo vence Galo com gol e expulsão de Luis 'Palhinha' Fabiano

No dia em que homenageou os ídolos da conquista da Taça Libertadores da América de 1992, há exatos 20 anos, o São Paulo contou com um Luis "Palhinha" Fabiano endiabrado. Para o bem e para o mal. Responsável por fazer o gol da vitória - 1 a 0 sobre o Atlético-MG, neste domingo, no estádio do Morumbi - o atacante também foi expulso no fim do jogo, válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Tricolor soma nove pontos e chega à sexta colocação na classificação. O Galo, com um ponto a mais, é o terceiro na tabela.

Na próxima quarta, o São Paulo volta a campo, mas por outra competição. Na capital do Paraná, o Tricolor enfrentará o Coritiba - às 21h50m - na tentativa de confirmar o resultado do primeiro jogo (1 a 0) para carimbar sua ida para a grande decisão da Copa do Brasil, contra Palmeiras ou Grêmio. Já o Atlético ganha uma semana de descanso e só tem jogo marcado para às 21h de sábado, quando receberá o Náutico no estádio Independência, em Belo Horizonte.

Palmeiras sai na frente, mas Juninho marca e mantém Vasco na liderança

O Palmeiras jogava bem, mantinha o controle do jogo e caminhava para a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Mas quem tem Juninho tem esperança até o fim do jogo. Um golaço de falta do Reizinho da Colina garantiu o empate em 1 a 1, neste domingo, na Arena Barueri, e manteve o Vasco na liderança na competição. A equipe carioca não jogou tão bem, mas contou com a bola parada para seguir invicta. Já a paulista segue com duas caras: um time incisivo no mata-mata da Copa do Brasil, outro inseguro nos pontos corridos da principal competição nacional.

O empate salvador levou o Vasco aos 13 pontos. A derrota do Atlético-MG para o São Paulo beneficiou a equipe de Cristóvão Borges, que tem quatro vitórias e uma igualdade no Brasileirão. O destaque ficou para a torcida da equipe carioca, responsável por quase metade dos seis mil pagantes na Arena Barueri.

Já o Verdão soma dois pontos na competição e ainda fica na zona de rebaixamento. Uma discussão ríspida entre o goleiro Bruno e o atacante Barcos foi a imagem final do Palmeiras neste domingo. Além disso, o time perdeu Luan para o confronto com o Grêmio pela Copa do Brasil – uma lesão na coxa tirou o atacante de combate.

O Palmeiras volta a campo nesta quinta-feira, às 21h, diante da equipe gaúcha – o time pode perder por um gol de diferença que mesmo assim se garante na decisão do torneio nacional, pois venceu o jogo de ida por 2 a 0, no Olímpico. Depois, pelo Brasileiro, o Verdão tem o clássico contra o Corinthians, domingo, às 16h, no Pacaembu. O Vasco tem a semana livre e volta a jogar no próximo sábado, quando recebe o Cruzeiro, às 18h30m, em São Januário, pelo Brasileirão.

Com pênalti polêmico, Fla vence reservas do Santos em má atuação

Primeiro domingo do Flamengo com jogo no Engenhão neste Campeonato Brasileiro. Mais de 15 mil rubro-negros presentes. Adversário com equipe reserva. Tudo conspirava a favor. O time até voltou a vencer na competição: 1 a 0 sobre os suplentes do Santos. Mas os torcedores que foram ao estádio saíram mais uma vez insatisfeitos. Novamente atuando boa parte do jogo com quatro volantes na armação, viram um time confuso e criando poucas oportunidades. A vitória só surgiu num lance polêmico aos 39 minutos do segundo tempo.

O árbitro Francisco Carlos Nascimento marcou pênalti duvidoso de Gérson Magrão em Ibson. Bottinelli pegou a bola para bater e conversou com Love. Joel e a torcida queriam o camisa 99. Mas o argentino, que treinara na véspera, insistiu em cobrar. Após as vaias iniciais, e já sob aplausos da torcida, a pedido dos jogadores, o camisa 18 bateu com categoria, aos 42, e decretou o triunfo que deixou a equipe com nove pontos ganhos na tabela, na oitava posição. Vaiado por boa parte da torcida, Renato Abreu mostrou a camisa no fim do jogo, a jogou para uma organizada que o apoiou e, com visão diferente da partida, reclamou ao sair de campo.

-- É meia-dúzia de otários, não é para generalizar. Querem fazer tumulto, confusão. O time jogou muito, 90 minutos em cima do adversário. Torcida não quer que erre passe, mas como não vai errar com o time todo retrancado? É meia-dúzia de otários, eles não têm leitura do jogo.

Ao lamentar a derrota, Tata, auxiliar técnico do Santos, lembrou que no lance do pênalti havia um jogador do seu time caído no momento em que o Flamengo iniciou a jogada. Para ele, faltou critério ao árbitro Francisco Carlos Nascimento.

- Tivemos o jogo na nossa mão. Trabalhamos bem as chances no decorrer da partida e acabamos sendo castigados. Faltou aplicação na hora de finalizar. E no lance do pênalti, havia um jogador nosso no chão e o árbitro mandou o jogo continuar. Uma pena - disse Tata, que dialogou com Muricy, presente em um camarote no estádio, o tempo todo.

Com a cabeça na Libertadores, o Santos está com apenas três pontos no Brasileiro, na zona da degola (17º lugar). Na quarta-feira, no Pacaembu, o Peixe decide sua vida nas semifinais da competição continental, contra o Corinthians. Para ir à final, precisa vencer o jogo por qualquer placar, exceto o 1 a 0, que leva à disputa de pênaltis. No próximo domingo, de volta ao campeonato nacional, receberá o Coritiba na Vila Belmiro. O Flamengo irá a Porto Alegre encarar no mesmo dia o Grêmio, do técnico Vanderlei Luxemburgo, que deixou o clube rubro-negro no começo do ano após polêmicas com Ronaldinho Gaúcho. A partida promete.

Garçom Deco dá três assistências para gol, e Flu goleia a Portuguesa

Oscilando bons e maus momentos, o Fluminense se encontrou no segundo tempo da partida deste sábado para golear a Portuguesa por 4 a 1, no Engenhão, em compromisso válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de abrir 2 a 0 no placar com Wellington Nem e Anderson, o Tricolor deu espaços para a Lusa, que diminuiu com Ricardo Jesus e chegou a mandar uma bola no travessão, com Vandinho. Até então apagado, Fred não deixou a sua 400ª partida como profissional passar em branco, balançando a rede em bela jogada. Lanzini fechou o placar garantindo a primeira goleada da competição. O destaque ficou por conta de Deco, autor de três das quatro assistências. O ponto negativo foi o reduzido número de torcedores: apenas 2.852 pagantes, sendo 4.564 presentes e renda de R$ 67.400.

Com o resultado, o Flu, que estreou a sua nova camisa branca, chega aos nove pontos na competição, enquanto a Lusa permanece com quatro, acumulando a terceira derrota em cinco partidas. Na próxima rodada, no dia 24, o Flu visita o Atlético-GO, no Serra Dourada, enquanto a Portuguesa recebe o São Paulo, um dia antes, no Canindé.

Cruzeiro faz bela festa na volta a Belo Horizonte e vence Figueirense

O Cruzeiro fez bonito na volta a Belo Horizonte, após mais de dois anos perambulando pelo interior, sem residência fixa para mandar seus jogos. Com um golaço de Wellington Paulista, derrotou o Figueirense, por 1 a 0, no Estádio Independência, na abertura da quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

A vitória deixou o Cruzeiro na vice-liderança, com 11 pontos. Para permanecer na posição, precisa torcer para que Atlético-MG e Grêmio tropecem fora de casa no domingo, contra São Paulo e Náutico, respectivamente. O Figueirense perdeu a invencibilidade na competição e ficou em décimo lugar, com seis pontos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro vai a São Januário, no Rio de Janeiro, enfrentar o líder Vasco, sábado, às 18h30m (de Brasília), enquanto o Figueirense recebe o Bahia, domingo, às 16h, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Trio parada dura: meias brilham, e Botafogo vence Inter de virada

Depois de duas rodadas, o Botafogo retomou o caminho das vitórias em grande estilo neste sábado, no Beira-Rio, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Andrezinho (o seu primeiro com a camisa preta e branca, exatamente contra seu ex-clube) e Fellype Gabriel, o Alvinegro bateu o Inter por 2 a 1, de virada, consagrando a nova formação idealizada pelo técnico Oswaldo de Oliveira, com três meias. Vitor Júnior foi o terceiro armador, criando boas situações. A equipe carioca coleciona o seu terceiro triunfo, todos virando o placar.

O Inter, apesar do retorno dos selecionáveis Oscar e Leandro Damião, jogou muito mal, foi vaiado pela torcida e perdeu a invencibilidade na competição.

- Tomamos o gol em falta de atenção nossa. No segundo tempo, tiramos o contra-ataque deles, jogamos bem e conseguimos essa vitória, que é muito importante - disse Fellype Gabriel, feliz pelo resultado, diferentemente do colorado D'Alessandro.

- No segundo tempo não conseguimos jogar, não conseguimos encaixar a marcação. Tomamos a virada que não podemos deixar acontecer. É um aprendizado - declarou o argentino.

Com o resultado, os colorados permanecem com oito pontos, e os alvinegros vão a nove. Na próxima rodada, no dia 24, o Inter visita o Sport, na Ilha do Retiro, enquanto o Botafogo recebe a Ponte Preta, na mesma data, no Engenhão.

0 comentários:

Postar um comentário