Marcadores:

Eurocopa 2012 (Grupo D) - 3ª rodada: Com um gol de Rooney, Inglaterra elimina Ucrânia e vai pegar a Itália

A Inglaterra não contou com Wayne Rooney nos dois primeiros compromissos na Eurocopa 2012. Mas nesta terça-feira, na Donbass Arena, em Donetsk, com o "Shrek" de volta à equipe, o English Team venceu a Ucrânia por 1 a 0, justamente com um gol do atacante do Manchester United. O resultado do jogo, que ainda teve um lance polêmico na etapa final, classificou os ingleses na primeira colocação do Grupo D, com sete pontos. Já os donos da casa acabaram eliminados, assim como a outra anfitriã Polônia.

Nas quartas de final, a Inglaterra vai encarar a Itália, no próximo domingo, em Kiev. Já a França, que mesmo derrotada por 2 a 0 para a Suécia ficou na segunda colocação, terá a Espanha pela frente, no sábado, na Donbass Arena, em Donetsk. A equipe de Ibrahimovic somou três, um a menos do que os "Bleus".

O lance polêmico em questão aconteceu aos 15 minutos do segundo tempo. O árbitro errou para os dois lados. No primeiro, não assinalou impedimento de Milevskiy, da Ucrânia. Na sequência, não validou o gol marcado pelos donos da casa.

Ucrânia domina o primeiro tempo; Inglaterra se defende com competência

Os donos da casa fizeram jus ao apoio do torcedor na Donbass Arena. Dispostos a derrubar os ingleses para ficar com a vaga na próxima fase do torneio, os ucranianos partiram para cima e mantiveram uma média de 60% de posse de bola durante toda a etapa inicial. E não foram poucas as chances de gols desperdiçadas pela equipe de Oleh Blokhin.

Mesmo com Rooney em campo pela primeira vez nesta edição da Euro, a Inglaterra tinha muitas dificuldades para superar a forte marcação da Ucrânia. O meia Konoplyanka era o responsável por articular as jogadas de meio de campo. Ora ele aparecia pela esquerda, ora pela direita. Sempre rodando a bola e tentando encontrar o companheiro mais bem colocado dentro da área inglesa.

De positivo na Inglaterra, o bom posicionamento do setor defensivo, que continha, na maioria das vezes com sucesso, as investidas da Ucrânia. A primeira chance dos donos da casa aconteceu aos seis. Garmash arriscou de fora da área, e a bola passou rente ao travessão de Hart. O English Team só foi assustar os rivais aos 28 minutos de jogo.

Ashley Young cruzou da esquerda na cabeça de Rooney. Completamente livre, o atacante do Manchester United errou feio a cabeçada e perdeu a oportunidade de colocar os ingleses em vantagem. No lance seguinte, a Ucrânia também desperdiçou uma chance. Yarmolenko recebeu pelo lado direito, deu um corte em Lescott e bateu colocado para defesa de Hart.

Gol de Rooney e lance polêmico marcam a etapa final

A Inglaterra voltou com uma postura diferente para o segundo tempo. E logo aos dois minutos, o time comandado por Roy Hodgson abriu o marcador. Gerrard recebeu pela direita, deu um lindo corte em Yarmolenko e cruzou para a área. A zaga e o goleiro Pyatov, que deixou a bola passar, vacilaram, e Rooney, completamente livre, só teve o trabalho de tocar para a rede.

O gol deixou os ucranianos ansiosos na busca pela virada. Só um triunfo colocaria os donos da casa na próxima fase da Euro. Aos 15, quase a igualdade. Yarmolenko cruzou da esquerda e Milevskiy, em posição irregular, cabeceou para fora, de dentro da pequena área. O erro fez o torcedor chiar e pedir a entrada de Shevchenko.

No lance seguinte, dois erros da arbitragem. Aos 15, Milevskiy recebeu em posição irregular e deu um ótimo passe para Devic. O atacante invadiu a área e chutou na saída de Hart. A bola tocou no arqueiro e pouco antes de entrar foi afastada por John Terry. Apesar de a pelota ter ultrapassado a linha, a arbitragem não validou o gol (veja no vídeo acima).

O lance gerou várias reclamações do banco de reservas da Ucrânia, principalmente do técnico Oleh Blokhin. A todo instante, o treinador gesticulava com o árbitro reserva. Aos 24, Shevchenko finalmente entrou em campo, mas não mudou o panorama do jogo.

Aos 28, a Ucrânia ainda teve mais uma oportunidade. Konoplyanka arriscou de fora da área e Hart espalmou para a marca do pênalti. Lescott afastou o perigo. Rooney quase fez o segundo após cobrança de escanteio aos 29, mas Pyatov defendeu com segurança. No fim, reclamações dos ucranianos e festa dos ingleses.

0 comentários:

Postar um comentário