Marcadores:

Eurocopa (Grupo D) - 1º rodada: Em dia histórico, Shevchenko marca duas vezes, e Ucrânia vence a Suécia


O dia 11 de junho de 2012 ficará marcado na história do futebol ucraniano e do atacante Shevchenko. Pela primeira fez a seleção entrou em campo para disputar um jogo da Eurocopa e acabou vencendo com dois gols do ídolo, de 35 anos. Completamente lotado, o Estadio Olimpico de Kiev foi palco de uma grande festa que se deu após o resultado de 2 a 1 sobre a Suécia. O placar ainda deixou o time em primeiro lugar do Grupo D. Isso só foi possível devido ao empate em 1 a 1 entre Inglaterra e França, consideradas as favoritas para a classificação.

Na Eurocopa, as seleções jogam em turno único dentro das chaves, e as duas melhores avançam para as quartas de final.

Na próxima sexta-feira, dia 15 de junho, os ingleses duelam com a Suécia, em Kiev, às 13h (de Brasília). E os franceses, novamente em Donetsk, jogam com a Ucrânia.

Primeiro tempo de poucas chances

Mesmo cercada por toda expectativa que gerava a estreia na Eorocopa, a seleção ucraniana começou a partida de forma moderada e sem aparentar nervosismo, diferentemente dos torcedores que não paravam de gritar nas arquibancadas. Buscando a troca de passes, a equipe chegou aos 15 minutos com 70% da posse de bola, mas esbarrava na boa marcação da Suécia.

A primeira grande chance foi da Suécia, que estava recuada. Ibrahimovic, artilheiro do Campeonato Italiano com 28 gols pelo Milan, recebeu na ponta esquerda, passou pelo marcador e cruzou na cabeça de Rosenberg. O goleiro Pyatov conseguiu se antecipar e espalmar. No rebote, a zaga afastou o perigo da área. O lance não abalou a equipe anfitriã, que continuou melhor e dominava o meio.

Com um sistema de muita marcação, a Suécia apostava nos contra-ataques e na habilidade de Ibrahimovic. De tanto pressionar, os ucranianos quase abriram o placar aos 23. O ídolo Shevchenko, de 35 anos, recebeu um belo passe dentro da área, mas chutou para fora. O atacante teve outra grande chance minutos depois. A zaga sueca não conseguiu o corte e ele tentou o chute, que foi defendido por Isaksson. A bola sobrou para Voronin, mas o goleiro sueco salvou mais uma vez.

O jogo, que não era bom, ganhou emoção e começou a ficar mais interessante. Aos 38, Ibrahimovic aproveitou um cruzamento pela direita em, de cabeça, acertou a trave.

Segundo tempo emocionante e histórico

O segundo tempo começou bem diferente do primeiro. A Suécia voltou bem mais avançada e, consequentemente, abriu o placar aos seis minutos. O craque Ibrahimovic recebeu passe dentro da área e só teve o trabalho de finalizar. Os torcedores suecos nem tiveram tempo para comemorar. No ataque seguinte, a Ucrânia chegou ao empate. Shevchenko aproveitou um cruzamento pela direita e cabeceou para o fundo das redes, marcando o primeiro gol do país na Eurocopa. Euforia no Estadio Olimpico de Kiev.

A festa estava só começando. Aos 16, Shevchenko entrou definitivamente para a história do futebol ucraniano. Após um escanteio, o ídolo se adiantou aos zagueiros para cabecear e fazer o seu segundo gol no jogo, o da virada dos anfitriões.

A Suécia sentiu bastante. Os jogadores aparentavam nesrvosismo com a situação e começaram a errar passes. Assim, o técnico Erik Hamrén fez três substituições para tentar equilibrar sua equipe e buscar a virada. Aos 30, Ibrahimovic recebeu passe na entrada da área e bateu forte de pé direito. O goleiro ucraniano se agachou e fez a defesa no reflexo.

Autor de dois gols, Shevchenko foi substituído aos 35 e aplaudido de pé. O jogador foi direto para o banco de reservar abservar a pressão feita pela Suécia até o apito final do árbitro turco Cüneyt Çakır. Faltando dois minutos, Ibrahimovic ainda deixou Elmander na cara do gol, mas o atacante perdeu a última chance para empatar.

0 comentários:

Postar um comentário