Marcadores:

Fifa exclui do futebol 10 jogadores e um técnico por combinação de resultados

A Fifa anunciou nesta terça-feira o afastamento do futebol de jogadores e técnicos sul-coreanos e croatas, envolvidos em esquemas de combinação de resultados, descobertos pelas federações dos dois países.

Através de comunicado, a Fifa informou que as punições adotadas estão de acordo com o artigo 136 do Código Disciplinar da entidade. No caso da Coreia do Sul, outros envolvidos ainda podem ser proibidos de jogar futebol profissionalmente, já que o processo será revisado pelo presidente da Comissão de Disciplina.

Ao todo, oito atletas da Coreia do Sul foram punidos pela Fifa e não poderão mais jogar futebol. Entre eles estão o goleiro Kyung Il Sung, que disputou o Mundial sub-20 em 2003, e o atacante Dong Hyun Kim, que chegou a atuar no Rubin Kazan, da Rússia.

Outros dois jogadores, ambos com passagem pela seleção principal da Coreia do Sul, o meia Jung Kyum Kim e o atacante Sung Kuk Choi, foram suspensos por cinco anos.

Na Croácia, o caso investigado é referente ao escândalo de combinação de placares que explodiu em julho de 2010. Pelo menos quinze jogadores, dois técnicos e um dirigente estariam implicados. As investigações seguem em andamento e a federação croata suspendeu todos os implicados preventivamente.

Agora, a Fifa anunciou que o técnico Vinko Saka, o goleiro Danijel Madaric e o zagueiro Mario Darmopil foram punidos definitivamente, com base em investigação policial sobre o esquema, que teria armado resultados do Campeonato Croata em 2009/2010.

"Estes casos provam mais uma vez que a ameaça das apostas ilegais e os arranjos de resultados não afetam apenas uma parte do mundo. A integridade do esporte, especialmente do futebol, corre risco enorme. A Fifa está decidida firmemente a combater esta ameaça", afirmou o diretor de segurança da Fifa, Ralf Mutschke.

As punições divulgadas hoje se somam a outras 45 que foram impostas a jogadores da Turquia e Finlândia em fevereiro e abril por suas federações e que a Fifa estendeu em nível mundial. EFE

0 comentários:

Postar um comentário