Marcadores:

Maradona blinda Messi: "não tem cara de Brad Pitt, mas é argentino"


Um dos maiores ídolos da Argentina espera que as boas atuações recentes de Lionel Messi pela seleção do país encerrem de vez as críticas sofridas pelo jogador do Barcelona. Diego Armando Maradona afirmou que o jovem atacante, 24 anos, "não terá a cara de Brad Pitt, porém é argentino e há que defendê-lo".

As declarações de Maradona, publicadas nesta quinta-feira pelo diário esportivo argentino Olé, foram dadas no desembarque do ex-jogador a Buenos Aires.

Durante a semana, o técnico do Al Wasl perdeu o título da Liga dos Campeões do Golfo com uma derrota nos pênaltis para o Al Muharraq e, de férias, voltou a seu país de origem.

Sobre Messi, o ex-jogador não citou apenas o ator americano na hora de fazer essa comparação. Maradona afirmou que o astro do Barcelona "não terá a liderança" que tinha ele mesmo, "não terá a cada de Brad Pitt nem a bunda de Salazar, porém é argentino e há que defendê-lo".

A referência era a Luciana Salazar, 31 anos, conhecida modelo argentina que prometeu ficar nua perto do Obelisco, um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires, caso o país conquistasse o Mundial de 2010, disputado na África do Sul.

Durante a competição, a seleção alviceleste foi comandada pelo próprio Maradona. Ele seguiu falando sobre o ex-pupilo e disse que "se Deus quiser Messi vai nos dar uma Copa do Mundo".

Maradona pediu ainda um "basta" para aqueles que dizem que Messi "não sabe o hino" argentino e disse que, caso essas pessoas continuem criticando o atacante, "este vai ficar em Barcelona e não vai vir mais".

Anteriormente muito criticado por não repetir na seleção as atuações pelo clube da Catalunha, o jogador eleito pela Fifa o melhor do mundo nas últimas três temporadas mudou esse panorama nas últimas exibições.

Ele marcou cinco gols nas quatro partidas mais recentes pela Argentina: três na vitória por 4 a 3 sobre o Brasil em amistoso em Nova Jersey, no último sábado. Os outros dois vieram na vitória por 4 a 0 sobre o Equador e na vitória por 2 a 1 sobre a Colômbia, ambos pelas Eliminatórias.

0 comentários:

Postar um comentário