Marcadores:

Por escândalos de apostas, Fifa pune mais 13 pessoas; 11 são banidos

As investigações sobre as redes de apostas ilegais e manipulação de resultados no mundo do futebol renderam mais 13 punições severas nesta terça-feira, segundo informa a Fifa. Em comunicado oficial, a entidade confirmou que jogadores, dirigentes e treinadores dos campeonatos da Coreia do Sul e da Croácia estão entre os novos sancionados.

Na Coreia, que partidas arranjadas em dois torneios (K-League e Copa da Liga), oito atletas foram banidos do esporte: Lee Sang-Hong e Kim Dong-Hyun receberam a punição em caráter definitivo, enquanto Kim Eung-Jin, Hong Sung-Yo, Park Byoung-Kyu, Yoon Yeo-San, Sung Kyung-Il e Lee Jung-Ho ainda podem ter a pena reduzida após um período em condicional. Além deles, Kim Jung-Kyum e Choi Sung-Kuk foram suspensos por cinco anos.

Já na Croácia, pelo menos 15 jogadores, dois técnicos e um dirigente estão implicados na manipulação de um resultado do campeonato local, em julho de 2010. Todos os investigados estão suspensos até o fim das apurações, mas três pessoas já tiveram seus procedimentos concluídos e também foram banidas do futebol: o treinador Vinko Saka e os atletas Mario Darmopil e Danijel Madaric.

As punições a sul-coreanos e croatas acontecem apenas dois meses depois de a Fifa ter sancionado 45 pessoas ligadas a escândalos similares na Turquia e na Finlândia. Recentemente, a Itália também efetuou uma série de prisões e distribuiu punições a clubes e jogadores envolvidos em outro caso de apostas e fraudes de partidas.

De acordo com o diretor de segurança da Fifa, Ralf Mutschke, os casos "provam novamente que a ameaça das apostas ilegais e da manipulação de resultados não está confinada a uma parte do mundo. A integridade do esporte, especialmente do futebol, está sob grande risco, e a Fifa está determinada a combater esta ameaça".

0 comentários:

Postar um comentário