Marcadores:

Polícia diz que empresário de Rio Preto, SP, pode ter ido para o exterior

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de São José do Rio Preto (SP) acredita que é pouco provável o caso de sequestro envolvendo o empresário Demival Vasques Filho, desaparecido desde o último sábado (30) depois de sair de uma festa em que comemorou seu aniversário de 30 anos, no bairro Mansur Daud.

Segundo o delegado José Augusto Fernandes, o homem movimentou a conta no dia anterior ao sumiço e há a hipótese de ele ter feito uma viagem para o exterior. O que não ficou explicado, segundo a polícia, é porque ele não teria avisado ou feito contato com a família e a noiva.

A polícia já tem pistas, mas não vai divulgá-las para não atrapalhar as investigações. “Todas as hipóteses estão sendo investigadas, mas a de sequestro, porém, é remota. Ela não sacou dinheiro em banco nenhum, apenas no dia do seu sumiço. Já ouvimos familiares e amigos do desaparecido”, afirma o delegado José Augusto Fernandes, que investiga o caso.

Apesar disso, nenhuma hipótese ainda foi descartada. “Já ouvimos a irmã, o pai, vamos ouvir os vizinhos, amigos, para ter mais possibilidades do que pode ter acontecido”, diz o delegado.

Desaparecimento
O empresário desapareceu no último sábado (30) após a comemoração do seu aniversário de 30 anos com os amigos. Segundo informações da polícia, ele saiu de uma festa, por volta das 2h, dirigindo seu carro, um Golf prata. Como não compareceu ao seus compromissos no dia seguinte, a família notou seu desaparecimento.

A família tentou contato via telefone, sem sucesso. Usando a internet, uma campanha foi iniciada em busca de notícias. Nesta segunda-feira (2), a polícia abriu uma investigação para tentar esclarecer o caso.

Segundo familiares, Demival sumiu vestindo calça jeans preta, camisa preta e tênis. O empresário é corretor da bolsa de valores e recentemente promoveu um festival de rock na cidade.

0 comentários:

Postar um comentário