Marcadores:

Rivais rebaixam Glasgow Rangers do Campeonato Escocês



O tradicional Glasgow Rangers não disputará o próximo Campeonato Escocês. O destino do clube deverá ser a última divisão do país, após o veto unânime dos demais participantes da Premier League Escocesa. Os dirigentes destes clubes querem ainda uma compensação financeira da Liga Escocesa para cobrir os prejuízos deixados pela ausência da equipe de Ibrox.

Com a falência decretada, o clube foi comprado pelo empresário Charles Green e obrigado a ser refundado com o nome de The Rangers. Assim, seria obrigado a disputar a quarta divisão (SFL Third Division), a não ser que houvesse uma decisão favorável a sua permanência na elite por meio de votação dos participantes da competição. Nesta quarta-feira, os demais 11 clubes da Premier League se reuniram em Glasgow e, depois de cinco horas de discussões, decidiram pelo rebaixamento do Rangers.

O chefe executivo da Premier League ecocesa, Neil Doncaster, ainda tentou argumentar a favor do Rangers. Ele mostrou preocupação com as consequências financeiras que o rebaixamento poder trazer ao clube. Os argumentos, no entanto, não foram suficientes para sensibilizar os demais dirigentes.

"Nesta quarta-feira os clubes da SPL (Scottish Premier League) votaram de forma unânime pela rejeição do pedido do Rangers para estar na liga", informou a entidade que rege o Campeonato Escocês em comunicado.

Ironicamente, os demais 11 clubes pediram à SPL uma cota de 16 milhões de libras (cerca de R$ 50 milhões) a título de ajuda financeira justamente para cobrir os prejuízos com a saída do Rangers da elite. Os contratos de patrocínio e de direitos televisivos serão reduzidos por causa da ausência do tradicional clássico contra o Celtic, o maior jogo do futebol escocês.

"Temos três saídas para este impasse. A primeira é chegar a um acordo para a permanência do Rangers na Premier League, com uma série de sanções. A segunda é o rebaixamento para a First Divison (Segunda Divisão). A terceira é o recomeço na Third Divison (Quarta Divisão)", explicou Neil Doncaster.

O próximo passo é uma nova reunião, desta vez entre os times da SFL (Scottish Football League) - entidade que reúne os times das três divisões inferiores. Mas 11 dos 30 times já se declararam contra a entrada na Segunda Divisão.

Enquanto isso não ocorre, ainda não foi decidido qual clube ocupará o espaço deixado pelo Rangers no Campeonato Escocês. Fundado em 1899, o clube conquistou 54 vezes a Liga Escocesa, 33 vezes a Copa da Escócia, 27 vezes a Copa da Liga Escocesa e uma vez a Recopa Europeia.

0 comentários:

Postar um comentário