Marcadores:

Vazamento de gás interdita Ministério do Desenvolvimento; 3 ficam feridos


Bombeiros isolaram o Ministério do Desenvolvimento no início da tarde desta quarta-feira (19) após um vazamento de gás no edifício. Pelo menos três pessoas ficaram feridas – um funcionário que fazia o reabastecimento de gás e dois bombeiros. As equipes de resgate informaram que as três vítimas tiveram ferimentos leves e foram levadas para o Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Nove veículos dos bombeiros foram enviadas ao prédio, que tem nove andares. O prédio foi isolado e a entrada de acesso ao edifício chegou a ser interditada, mas acabou liberado. De acordo com o Corpo de Bombeiros, havia risco de explosão na garagem do edifício.


Uma tampa de esgoto e outra que protege sistema de fiação tiveram de ser abertas para ajudar na dispersão do gás acumulado. Segundo os Bombeiros, a garagem tinha uma concentração de gás de 2% às 16h30, mas na caixa de esgoto era de 20% e na de fiação, de 43%. Há risco de explosão quando a concentração fica acima de 10%.

Apesar do risco de explosão, a saída dos funcionários do prédio foi "tranquila", segundo a assessoria do ministério. No edifício trabalham cerca de 900 pessoas. O expediente foi retomado por volta das 16h45.

O servidor Fabrício Cardoso disse que estava na sala dos motoristas quando sentiu um cheiro forte. "Achei que era um vazamento normal. Os brigadistas mandaram evacuar o prédio e, quando saí, vi a fumaça do gás. Erta muito alta, em torno de 1,4 metro", disse.

O técnico em secretariado Márcio Onesco afirmou que após um tempo se sentiu fraco e cansado. "As pessoas sentiram o gás, mas até despertarem para o perigo, levou um tempo. O socorro foi rápido."

0 comentários:

Postar um comentário