Marcadores:

Record, Record News e Band promovem novas demissões

 
A reta final de 2012 está sendo de bastante cautela para a alta cúpula da Record, Record News e Band. Várias demissões estão sendo feitas com o intuito de enxugar custos em prol de um orçamento mais equilibrado para o começo de 2013.
 
Na Record, um grande corte é considerado iminente para as próximas semanas. Os rumores de cancelamento de programas como o "Tudo é Possível" e a não renovação do "Ídolos" são cada vez mais fortes e devem ser oficializados muito em breve.
 
Na emissora de Edir Macedo, fala-se em maior eficiência no controle dos gastos. A ideia não é reduzir os investimentos mas sim conceder maior atenção aonde eles são feitos. No decorrer deste ano, um alto volume de dinheiro foi gasto sem o retorno esperado em alguns produtos, como a cobertura dos Jogos Olímpicos de Londres.
 
Já na Record News, o clima segue de tensão. Após demitir cerca de 45 profissionais - praticamente 2/3 dos que eram contratados até então, um novo modelo de programação começará a ser implantado ainda nesta semana. Os diversos programas, como os que abordavam saúde, economia e entrevistas e que alternavam com boletins jornalísticos, foram todos cancelados. O canal se tornará
exclusivo de notícias, alternando com reprises dos jornais produzidos pela matriz.
 
Por fim, na Band a situação também inspira cuidados. Na quinta-feira passada (01), em plena véspera de feriado, a emissora desligou 20 profissionais. A maioria dos demitidos pertencia às equipes de programas extintos, como o "Muito Mais" e o "Quem Fica em Pé?". Ainda assim, outros cortes estão previstos para os próximos dias.
 
Com informações da coluna Canal 1.

0 comentários:

Postar um comentário