Marcadores:

Record gasta R$ 7 milhões em cidade cenográfica de “José do Egito”

 
A nova minissérie da Rede Record,José do Egito”, que vai narrar a emocionante história de José em 28 capítulos, é a principal aposta da emissora para esse ano. Por conta disso o canal dos bispos investiu pesado na produção.

Segundo o colunista Daniel Castro, do R7, a Record investiu R$ 7 milhões na construção de cenários para a atração. Mais da metade desse dinheiro, R$ 4 milhões, foi gasto para erguer a cidade de Avaris, que reproduz uma cidade grande do Egito Antigo.

O espaço é considerado a maior cidade cenográfica já construída pelo canal, com 5.500 metros quadrados. A emissora apostou em outro cenário também: um acampamento composto por 1.500 barracas e 26 cenários de estúdio. Em externas, houve gravações no Chile, em Israel e no Egito.

O diretor Alexandre Avancini comentou sobre a técnica avançada nas filmagens, utilizando câmeras full frame de alta definição que trazem a qualidade do cinema na TV. “É uma minissérie marcada pelo esmero. É um grande projeto, feito com gente muito talentosa”, disse. E aproveitou para fazer os seus agradecimentos ao elenco, produtores e demais envolvidos na minissérie. “Agredeço a toda a equipe e principalmente à emissora por acreditar em um projeto ousado e dar condições de realizá-lo. José do Egito foi o maior projeto que eu já fiz na minha carreira”, explica Avancini.

0 comentários:

Postar um comentário