Marcadores:

Camp. Espanhol: Sem gol de CR7 e com ‘recorde’ de Ramos, Real bate o Rayo Vallecano

 
 
Sem show de Cristiano Ronaldo e com direito a recorde negativo de Sergio Ramos, o Real Madrid derrotou o Rayo Vallecano por 2 a 0 e levou a melhor no dérbi da capital, pela 24ª rodada do Campeonato Espanhol. O jovem Morata abriu o placar no estádio Santiago Bernabéu, enquanto Sergio Ramos fez o outro antes de ser punido com o cartão vermelho ainda no primeiro tempo e atingir a marca de 16 expulsões com a camisa merengue, marca histórica no clube.

O Real, que alcançou o resultado com um pouco de sufoco devido ao fato de o time ter jogado quase 75% da partida com um homem a menos, chegou aos 49 pontos e segue na terceira colocação, a 16 do líder Barcelona. O Rayo Vallecano, por sua vez, viu sua boa fase ser brecada e estacionou nos 37 pontos (sétimo lugar, mas próximo à zona de classificação para Liga Europa).

Kaká, enfim, titular

Sem Higuaín e Arbeloa (suspensos), além de Xabi Alonso (machucado), Benzema (poupado no banco) e Marcelo (barrado), o Real Madrid começou a partida com Kaká de titular e como um verdadeiro rolo compressor. Com 30 segundos, Cristiano Ronaldo quase abriu o placar, mas o árbitro marcou impedimento.

Aos três, não teve jeito. Kaká puxou rápido contra-ataque e tocou para Özil. O meia alemão dominou e cruzou rasteiro para  o jovem Morata, de 20 anos e que substituía Benzema, colocar no fundo da rede.

Dois minutos depois, Cristiano Ronaldo deixou Kaká na cara do gol, mas o camisa 8 brasileiro acabou chutando para fora.

O Rayo, que na semana passada venceu o Atlético de Madri em outro dérbi da capital espanhola, não mostrou abatimento e quase empatou em seguida. Aos oito, o argentino Chori Domínguez chutou rente à trave do goleiro merengue Diego López.

Ramos marca e bate "recorde"

Apesar do pequeno susto, o Real seguiu em cima do rival e acabou chegando ao segundo gol aos 11. Özil, que teve atuação apagada no empate diante do Manchester United pela Liga dos Campeões na última quarta-feira, mostrou que veio para o jogo deste domingo querendo mostrar serviço e cruzou na medida para o zagueiro Sergio Ramos (que atuou como lateral) marcar.

No entanto, o defensor acabou sendo expulso cinco minutos ao ser punido com o segundo amarelo, por colocar a mão na bola e fingir que foi atingido no rosto. Com mais um vermelho na carreira, Ramos se tornou o jogador com mais expulsões na história do Real (16).
Com a saída do camisa 4 merengue, a partida ficou mais equilibrada. O Rayo, com Chori Dominguez e o brasileiro Leo Baptistão no ataque, incomodava bastante. Vendo isso, José Mourinho sacou Morata e colocou o zagueiro Raúl Albiol para recompor a defesa merengue.

Rayo reclama de pênalti não marcado

Na volta para o segundo tempo, o Rayo se mostrou mais disposto ainda. Aos dois, os visitantes pediram pênalti após o lateral Fabio Coentrão colocar a mão na bola em uma cobrança de escanteio. O árbitro Paradas Romero, no entanto, ignorou o lance e mandou o jogo seguir.

Apesar da insatisfação pela não marcação da penalidade, o Rayo manteve o ritmo, tentando sufocar o Real no Santiago Bernabéu. O Real, por sua vez, explorava os contra-ataques com Cristiano Ronaldo e Kaká. O meia brasileiro, por sinal, teve boa atuação, ajudando bastante na marcação. Tanto que saiu muito cansado, aos 35, sendo substituído por Callejón.
Nos minutos finais, o Rayo diminuiu a pressão e viu o Real cozinhar a partida até o apito que decretou os três pontos em casa.

 24ª Rodada completa

15/02/2013 Sevilla 3 x 1 La Coruna
16/02/2013 Getafe 3 x 1 Celta de Vigo
16/02/2013 Malaga 1 x 0 Athletic Bilbao
16/02/2013 Granada 1 x 2 Barcelona
16/02/2013 Osasuna 1 x 0 Zaragoza
17/02/2013 Real Sociedad 1 x 1 Levante
17/02/2013 Valencia 2 x 0 Mallorca
17/02/2013 Valladolid 0 x 3 Atletico Madrid
17/02/2013 Espanyol 1 x 0 Betis
17/02/2013 Real Madrid 2 x 0 Rayo Vallecano

0 comentários:

Postar um comentário