Marcadores:

Camp. Paulista: Neymar conduz Santos na vitória sobre São Paulo; Ganso é hostilizado

 
 
Paulo Henrique Ganso conheceu neste domingo a força de Neymar e a Vila Belmiro como inimigos. Foi vaiado, chamado de traidor e recebeu uma chuva de moedas em seu retorno ao estádio. E viu seu grande amigo ser decisivo mais uma vez. O craque do moicano trocou a genialidade habitual pela eficiência de um camisa 10 - típica do próprio Ganso. Deu duas assistências para Miralles e marcou um gol de pênalti sofrido por ele mesmo, comandando a vitória por 3 a 1 do líder Santos sobre o São Paulo.

O Peixe soma 13 pontos, assim como a Ponte Preta, mas leva a melhor no critério de saldo de gols (oito contra seis). O São Paulo sofreu a segunda derrota consecutiva - perdeu por 4 a 3 para o Bolívar, pela Libertadores. Último a ter 100% no Paulistão até este domingo, o time permanece com seis pontos e um jogo a menos do que a maioria dos adversários.

Ganso e Neymar não foram brilhantes como quando atuavam juntos. O meio-campista deu cadência ao Tricolor, arriscou lances de efeito, mas acabou parado pela forte marcação de Renê Júnior. Neymar voltou a mostrar o velho poder de decisão, ainda que sem a exibição de costume.
Na saída para o intervalo, Ganso reclamou da atitude da torcida santista e pediu punição:

- Vocês estão vendo isso? Será que vão ser punidos? Tenho de pegar (as moedas) e dar para quem precisa.

Os dois times voltam a jogar pelo Campeonato Paulista na próxima quarta-feira. Disposto a manter a liderança, o Santos vai a Lins encarar o Linense, às 19h30m, no Gilbertão. Já o Tricolor recebe a ainda invicta e sempre perigosa Ponte Preta, às 22h, no Morumbi.

0 comentários:

Postar um comentário