Marcadores:

Eliminatórias - América do Sul: Com gol de Vargas, Chile reencontra a vitória e volta à zona de classificação

Gonzalo Jara, Jose Rojas e Jean Beausejour gol Chile x Uruguai (Foto: Reuters)
Seleção chilena comemora a vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai em Santiago
Sem vencer uma partida pelas eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo de 2014 desde 9 de junho de 2012 (2 a 0 sobre a Venezuela), o Chile fez as pazes com o triunfo nesta terça-feira: com um gol do atacante gremista Vargas, a seleção treinada pelo argentino Jorge Sampaoli bateu o Uruguai por 2 a 0, em Santiago, pela 12ª rodada, e voltou à zona de classificação ao torneio no Brasil.

Agora, o Chile soma 15 pontos, na quarta posição (os quatro primeiros colocados garantem vaga direta no Mundial. O Uruguai, que não vence desde 10 de junho (4 a 2), tem 13 e está na sexta posição, em situação complicada (o quinto, que no momento é a Venezuela, disputa repescagem contra um representante da Ásia).

A Celeste folga na próxima rodada, em junho, e depois Venezuela (fora), Peru (fora), Colômbia (casa), Equador (fora) e Argentina (casa) pelas eliminatórias. Já o Chile terá pela frente Paraguai (fora), Bolívia (casa), Venezuela (casa), folga, Colômbia (fora) e Equador (casa).
Os chilenos abriram o placar com Paredes, aos dez do primeiro tempo com boa ajuda da defesa uruguaia. Primeiro, Aguirregaray dominou errado na entrada da área e deu a bola para Paredes, que rolou na esquerda para Beausejour cruzar, Alvaro Pereira cortou errado e Paredes aproveitou a falha para fazer 1 a 0.

No segundo tempo, o Uruguai reclamou de pênalti não dado pelo árbitro pelo Nestor Pittana depois que Jara cortou a bola com a mão na área, aos 12. Dois minutos depois, Alejandro Silva arriscou de fora da área e acertou o travessão dos donos da casa.
Os uruguaios chegaram perto do empate, mas quem balançou a rede foi o Chile. Aos 32, Matias Fernandez deu bom passe para Isla, que entrou na área, driblou um zagueiro e chutou para a defesa de Muslera, mas o gremista Vargas aproveitou o rebote e fez 2 a 0 no placar.

Além de Vargas, que foi titular do Chile, a partida contou com mais três jogadores que atuam no futebol brasileiro: o zagueiro Gonzalez, do Flamengo, que começou no banco de reservas chileno e entrou na segunda etapa; o meia Lodeiro, do Botafogo, titular do Uruguai; e o atacante uruguaio Forlán, do Internacional, que saiu da reserva na etapa final.

0 comentários:

Postar um comentário