Marcadores:

Liga dos Campeões (Oitavos-de-Final): Sem muito esforço, Juventus vence o Celtic e avança às quartas de final

Juventus comemora a classificação para as quartas de final (Foto: AFP)
Com uma vantagem de três gols conquistada na Escócia, o Juventus recebeu o Celtic pela volta das oitavas de final nesta quarta-feira para fazer uma partida tipicamente italiana. Contida, defensiva e com poucas chances de gol. Mesmo assim, diante de um adversário inferior, a Velha Senhora não teve trabalho para vencer por 2 a 0, confirmando a classificação para as quartas, no Juventus Stadium.

Com a vitória, o Alvinegro de Turim se mantém invicto há 18 partidas em competições europeias. A última derrota aconteceu em 2010, em uma goleada por 4 a 1 do Fulham, pela Liga Europa. O adversário das quartas ainda não está definido. O sorteio será realizado no próximo dia 15. Os jogos de ida estão previstos para 2 e 3 de abril, enquanto a volta será realizada nos dias 9 e 10 do mesmo mês.

Mesmo com um time limitado, o Celtic lutou e pressionou a defesa italiana no início, mostrando um pouco do que fez quando venceu o Barcelona em casa na fase de grupos. O Juventus estava ali, tranquilo, esperando o tempo passar, consciente de que difícilmente seria incomodado. O primeiro chute do jogo saiu apenas aos 14 minutos.

Quagliarella, de longe, pegou mal na bola em um chute horroroso. Três minutos depois, parecia que a partida iria esquentar. Peluso se desentendeu com Matthews, empurrou o adversário e levou cartão amarelo. Mas nem o momento MMA fez os times partirem em busca de algo mais audacioso.

Curiosamente, entretanto, quem quase abriu o placar foi o Celtic. Ledley, de fora da área, fez a bola passar muito perto do ângulo esquerdo de Buffon, que se esticou, mas não teria defendido se a bola tivesse ido na direção do gol. A zaga escocesa só foi furada por causa de uma falha. Em uma cochilada dos defensores do time de Glasglow, Quagliarella recebeu a bola em ótimas condições e chutou cruzado. O goleiro defendeu, mas, no rebote, Matri tocou para o gol.

Quando conseguia espaço para tentar levar perigo fora da grande área, o Celtic até que assustava. Como aos 28, quando, após um chute de longa distância, a bola bateu em Hooper e quase enganou Buffon. Samaras, o único com um pouco de habilidade na equipe escocesa, mosgrou categoria ao dar uma pedalada. Mas o chute cruzado na sequência da jogada acabou indo para fora.

Com uma vantagem de quatro gols no placar agregado, o Juve foi para a segunda etapa ainda mais tranquilo. O Celtic já estava sem forças. Bastava à equipe italiana fazer o tempo passar. Sem correr e se esforçar, a Velha Senhora conseguiu mais um gol. Aos 20 minutos, Pirlo fez lançamento para Vidal, que tocou para Quagliarella concluir para o fundo da rede.

Após o segundo gol, finalmente o técnico Antonio Conte resolveu começar a poupar seus principais jogadores. Saíram Pirlo, Vidal, e Peluso, que sentiu uma pancada e teve que deixar o campo na maca. Ao Celtic, não houve razão para tristeza. Conforme o próprio técnico Neil Lennon havia admitido antes de a bola rolar, o time já fez história ao vencer o Barcelona e avançar à fase de mata-mata como uma das grandes zebras. Para o Juventus, agora começam para valer os playoffs da Liga dos Campeões.

0 comentários:

Postar um comentário