Marcadores:

SBT é culpado pela baixa audiência de "Chaves" e "Chapolin"


Após apenas três semanas no ar, o SBT mais uma vez cancelou a exibição do seriado mexicano "Chapolin", que desde a última segunda (11) é substituído pela série norte-americana "Arnold". O motivo foi a baixa audiência da história sobre o herói atrapalhado.
 
A decisão da emissora mais uma vez causou revolta nos fãs das criações de Roberto Gómez Bolaños, que já começaram a agir.
 
Agora, o "Fórum Chaves" e o "Fã-Clube Chespirito Brasil" se reuniram e criaram um comunicado levantando as hipóteses de "Chaves" e "Chapolin" estarem registrando baixos índices no Ibope.
 
 
Inicialmente, os fãs reclamam das críticas que recebem por nunca estarem satisfeitos: "É claro que, como em qualquer meio de fãs, há alguns xiitas que não admitem qualquer mudança nos horários de ’Chaves’ ou um descanso que seja, que acham que ’Chaves’ é uma máquina de audiência em qualquer horário, ou que consideram que o SBT deveria transmitir ’Chaves’ 24 horas por dia. Boa parte dos fãs, entretanto, tem apenas um objetivo: uma exibição digna das séries, sem cortes, com todos os episódios no ar, em um horário adequado, sem saturação. É o que sempre defenderam as entidades basilares do meio CH, o Fã-Clube Chespirito-Brasil e o Fórum Chaves".
 
A partir disso, o comunicado lista alguns motivos que prejudicam as exibições das séries no Brasil: exibições em excesso, cortes e intervalos no lugar errado, saturação dos semelhantes, variação dos horários por toda a grade, mais opções para se acompanhar as produções atualmente, entre outros.
 
Após tal listagem, os fãs concluem que falta vontade por parte do SBT. "O SBT não tem transmitido as séries de forma correta. O resultado? O eterno curinga virou saco de pancadas", diz o texto.
 
 
Por fim, os apaixonados por "Chaves" e "Chapolin" lembram que em 2014 as séries completam 30 anos de sua primeira exibição no Brasil. "Uma mudança radical se faz necessária para honrar esta história e também para dar às séries o digno tratamento que elas merecem. É possível. Se o SBT tiver boa vontade em fazer isso, contará com o nosso apoio e reconhecimento", dizem.
 
E garantem: "Não somos contra o SBT. Somos contra os problemas das exibições. Sem o SBT, nunca descobriríamos ’Chaves’ e ’Chapolin’. E se queremos uma exibição digna, é porque queremos que cada vez mais pessoas descubram as séries e se apaixonem por elas".

0 comentários:

Postar um comentário