Marcadores:

Camp. Gaúcho: Nem Dida salva: Inter mantém carma com o Veranópolis e perde a primeira


Terra da longevidade, a serrana Veranópolis foi testemunha na tarde deste domingo de um tabu com ares de carma e que parece não ter fim. Atuando com reservas, o Inter voltou a perder para o Veranópolis no estádio Antônio David Farina, palco em que triunfara pela última vez apenas em 2008, na última passagem de Abel Braga. Mas nem a mística de Abelão salvou. Muito menos a estreia do experiente goleiro Dida. A derrota por 1 a 0 foi o primeiro insucesso colorado no Campeonato Gaúcho, após oito vitórias e um empate. Para se ter uma ideia do trauma vermelho: no estadual do ano passado, a equipe principal, então treinada por Dunga, também perdeu sua série invicta para o pentacolor da Serra.

Para aumentar a soma de coincidências, repetiu-se também a forma com a qual veio a derrota. De um escanteio pelo lado direito do ataque. O esperto centroavante Soares completou de cabeça, aos 13 minutos do primeiro tempo, e Dida só olhou a bola entrar num lance que, embora tenha custado a invencibilidade, não macula a campanha. O time segue líder absoluto do Grupo A, com melhor desempenho geral em seus 25 pontos. Mesmo assim, jogadores, técnico e direção saíram irados com o que eles entendem ter sido dois pênaltis não marcados pelo árbitro Francisco Neto, sobre Alan Ruschel e Wellington Paulista, um em cada tempo.

O Inter volta a jogar em sua casa na quarta, quando reencontra o Beira-Rio diante do Brasil de Pelotas, melhor equipe do Interior, às 22h (de Brasília). Será o segundo evento-teste do estádio gaúcho da Copa, novamente para 10 mil sócios, assim como o 4 a 0 sobre o Caxias, no fim de semana passado. No sábado, o Veranópolis, com 19 pontos e apenas uma derrota para o Grêmio na Arena, recebe o Juventude, em clássico da serra gaúcha marcado para as 19h.

0 comentários:

Postar um comentário